Get Adobe Flash player
Google
web neste site



Tabaco


    O consumo de tabaco é responsável por uma enorme quantidade  de danos, constituíndo na principal causa por mortes evitáveis no mundo. Além da nicotina o cigarro possue mais de 4700 substâncias  tóxicas ao organismo.


               
                                                      plantação de tabaco

                                   

A nicotina produz alguns efeitos semelhantes aos demais estimulantes, como a sensação de bem estar, apesar de ser uma forma muito mais branda de euforia do que a provocada por outros estimulantes.

A Nicotina provoca dependência intensa. Esta substãncia atua da mesma forma que as outras drogas no sistema nervoso central, através do aumento de liberação de dopamina no cérebro, provocando uma sensação de bem estar.



               
                                            substâncias no cigarro

Quando o individuo tenta parar de fumar, aparecem vários efeitos que são conhecidos como síndrome de abstinência da nicotina:

  • irritabilidade, ansiedade, hostilidade, humor depressivo
  • diminuição da frequência cardíaca, aumento do apetite
  • vontade intensa de fumar
Além de induzir a dependência, o uso crônico  do tabaco causa um grande número de outros problemas:
  • está relacionado a cerca de 30% dos casos de qualquer tipo de câncer e mais espeificamente por 90% dos casos de câncer de pulmão
  • também está relacionado ao câncer da boca, laringe e faringe (garganta), esôfago, bexiga, rins, pâncreas e colo do útero
  • além do câncer o tabaco também causa outras doenças do pulmão, como o enfisema e a bronquite
  • o coração e os vasos sanguíneos também são fortemente atingidos pelo uso do tabaco. Os fumantes têm muito maior chance de sofrerem infartos e arritmias do coração, hipertensão e problemas da aorta e das artérias, que levam sangue para as pernas, cérebro e outros orgãos
  • o consumo do fumo também provoca gastrite, úlcera de estômago e duodeno, infecções respiratórias, alergias, infertilidade, impotência e alterações do feto em mulheres que fumam durante a gravidez
  • o fumante passivo, também está sujeito a ter problemas de saúde por sua exposição ao tabaco.



  •   
                                                           
O alcatrão, presente no tabaco, pode provocar câncer e outras alterações metabólicas importantes. O cigarro ao ser fumado, também produz monóxido de carbono, que diminui o transporte de oxigênio para as células, levando a muitos problemas, entre els a arterioesclerose e doenças cardíacas.


             Dicas  para parar  de fumar?

Tomar a decisão de parar

Somente você pode decidir parar de fumar. Outros podem desejar ou pedir que você pare, mas a decisão é somente sua. Existem várias idéias que reforçam essa decisão.

  • Acreditar que você pode ficar doente se continuar fumando. 
  • Acreditar que você pode fazer uma tentativa sincera de parar de fumar.
  • Acreditar que os benefícios em longo prazo de parar de fumar superam a ilusão de prazer imediato que o cigarro oferece.
Escolher uma data e ter um plano.

Uma vez tomada a decisão de parar, esta na hora de escolher uma data. Escolha uma data nos próximos trinta dias. É importante ter tempo para se preparar e para seguir um plano, mas o limite de um mês existe para evitar que você racionalize e mude de idéia!

Esse é um passo importantíssimo e que muitas vezes trás preocupação. Mas lembre-se você pode ficar sem fumar. E lembre-se dos benefícios que essa atitude irá trazer. É necessário grande comprometimento com essa data. Marque no calendário e sempre conte quantos dias faltam para sua chegada Até a chegada da data escolhida existem algumas atitudes que podem ser tomadas.

 Escolha uma delas como seu plano.
  • Parar abruptamente na data escolhida. Lembre-se de parar de comprar cigarro nos dias anteriores a data e evite encontrar com fumantes nesse dia.
  • Diminuir o número de cigarros gradativamente. Estabelecer um numero máximo de cigarros por dia até a data escolhida. Reduzir um ou dois cigarros por dia ajuda o organismo a tolerar melhor a falta de nicotina.
  • Atrasar a hora do primeiro cigarro. Cada dia atrasar uma hora o primeiro cigarro da manha. Com isso o cigarro pouco a pouco vai saindo da rotina.
Até a chegada da data pratique a frase: “Não, obrigado eu não fumo!” Fale alto e imagine-se recusando a oferta de cigarros.
Conte para seus amigos e para sua família a data e o plano que você escolheu. Tenha certeza que todos vão apoiar sua decisão.

Na data escolhida para parar de fumar:
  • Livre-se de todos os cigarros, isqueiros, cinzeiros e tudo que lembre fumar. Se mantenha ativo! Caminhar ou praticar um hobbie ajuda o tempo a passar e diminui a necessidade de cigarro.
  • Beba muita água ou sucos gelados.
  • Evite situações em que a vontade de fumar é grande. Evite álcool e café ou encontrar com fumantes.
E o mais importante: Lidar com a abstinência do cigarro

A falta de cigarro leva a abstinência. O organismo do fumante esta acostumado com uma dose de nicotina diária. Isso é dependência! Sem a nicotina aparecem alguns sintomas físicos e psicológicos. Conhecer os sintomas é a melhor forma de se preparar e lidar com eles.

O hábito de fumar esta conectado a praticamente todas as suas atividades. Acordar, tomar café da manhã, assistir televisão, ler o jornal e no trabalho. Essas atividades funcionam como um gatilho que leva a acender o cigarro. Esses gatilhos fazem mesmo quem esta muito determinado a parar ter vontade de acender um cigarro. A vontade intensa de fumar é chamada fissura.

Nos momentos de fissura, o organismo esta pedindo por uma dose de nicotina. Aparecem os sintomas de abstinência. É comum o fumante então racionalizar. Isto é: inventar desculpas para si mesmo. Procurando motivos para fumar.

Esses pensamentos são recorrentes e devem ser evitados.
  • Vou fumar até passar esse momento ruim.
  • Sem fumar não vou resolver esse problema.
  • Hoje não é um bom dia. Amanhã eu paro
  • É meu único vício.
  • A vida não tem graça sem fumar.
Essas racionalizações podem colocar tudo a perder. Levar você de volta ao vício. Lembre-se: O cigarro é mais um problema. Não um amigo. Ele não ajuda a resolver nenhuma dificuldade da sua vida. Apenas obscurece os problemas, colocando uma cortina de fumaça entre você e eles. Fica ainda mais difícil reconhecer e resolver situações de estresse!


Get Adobe Flash player